Publicado em 15 Março, 2019

‘Lisboa, Alegre e Triste’ – Grande Marcha de Lisboa 2019

O jornalista da SIC Augusto Madureira é o vencedor do Concurso Grande Marcha de Lisboa 2019 com a canção ‘Lisboa Alegre e Triste’ que será entoada por toda a cidade na noite de Santo António.

Com uma carreira de 30 anos no jornalismo, iniciou os estudos de piano clássico, ainda na infância, no Conservatório de Música do Algarve. A sua experiência na composição musical não é propriamente nova, tendo vencido, em 2010, o Festival RTP da Canção, enquanto autor (letra e música) e sido finalista do UK Songwritting Contest (em 2011) e do USA Songwritting Contest (em 2013), na mesma qualidade.

Na sua estreia no concurso da Grande Marcha de Lisboa, Augusto Madureira escreveu a letra e compôs a música da canção vencedora deste ano que contou com a voz da fadista Yola Dinis e com produção musical de Ricardo Verdelho.

De um total de 25 candidaturas recebidas nesta edição do Concurso, “Lisboa alegre e triste” foi a eleita pelo Maestro Carlos Alberto Moniz, em representação da Sociedade Portuguesa de Autores, a fadista Gisela João e o músico Jorge Palma.

Uma música, cujo título faz jus à cidade, segundo Carlos Alberto Moniz, que se destacou das restantes “pelo conjunto agradável de letra e melodia e pela sequência muito lógica dos versos e do refrão”.

Este ano, a juntar ao tema obrigatório sobre Lisboa, a letra da composição do Concurso teve como inspiração Santo António de Lisboa e do Mundo.

Como é tradição, há mais de 20 anos, a canção principal das Festas de Lisboa resulta de um concurso anual, que permite a participação de todos, com atribuição de um prémio no valor de €5.500 (cinco mil e quinhentos euros) para a composição vencedora.

Além deste prémio pecuniário, a música vencedora será apresentada e interpretada por todos os participantes das Marchas Populares, no âmbito das Festas de Lisboa, quer nas exibições da Altice Arena, quer no desfile da Avenida da Liberdade, na noite de Santo António.