Publicado em 29 Abril, 2020

Alargamento do prazo de candidaturas para diretor/a Museu do Aljube

Devido ao actual período excepcional, alargamos o prazo de candidaturas até 17 de Maio.

O Museu do Aljube Resistência e Liberdade é um lugar de memória democrática que preserva e valoriza o combate dos resistentes à Ditadura salazarista. Em 2015, foi aberto como espaço museológico tendo, desde essa altura, consolidado um manifesto reconhecimento público, nacional e internacional, não só com base nas visitas e outras atividades culturais e educativas desenvolvidas em torno da sua exposição permanente, mas também pela realização de numerosas exposições temporárias e pela coleção de testemunhos que tem recolhido e guardado no seu Centro de Documentação para consulta pública e para memória futura.

Com o objetivo de preenchimento de uma vaga na sua equipa, o Museu de Aljube Resistência e Liberdade procura:

DIRETOR/A

A pessoa selecionada exercerá funções em comissão de serviço, reportará ao Conselho de Administração e terá as seguintes responsabilidades / funções:

Função

  • Estudo, conservação e valorização cultural do edificado e do espólio do Museu;
  • Promoção do Plano de Segurança de pessoas, de bens e do património do Museu;
  • Conceção, planeamento e produção da programação expositiva temporária e valorização / atualização da exposição permanente;
  • Definição da programação cultural do Museu;
  • Fidelização e crescimento de públicos;
  • Definição de estratégia de comunicação juntos dos diferentes segmentos de público;
  • Acompanhamento e monitorização da área de serviço educativo e das atividades diversas de mediação com os vários tipos de público;
  • Acompanhamento e monitorização da área de arquivo, biblioteca e centro de documentação;
  • Acompanhamento e monitorização da área de conservação e restauro;
  • Gestão do equipamento nas suas diversas componentes, designadamente a elaboração, coordenação, controle e execução do plano de investimentos, atividade e orçamento;
  • Coordenação e gestão dos recursos humanos afetos ao equipamento;
  • Articulação com entidades parceiras e outros interlocutores.

Perfil

  • Formação superior adequada à função (preferencialmente na área de história política e cultural contemporânea);
  • Experiência em funções similares (preferencialmente na área dos museus);
  • Experiência em programação e produção de exposições;
  • Experiência em gestão de pessoal e equipas;
  • Domínio da língua portuguesa falada e escrita;
  • Proficiência em inglês e francês;
  • Domínio das ferramentas do Microsoft Office;
  • Elevadas competências de relacionamento interpessoal;
  • Elevado sentido de responsabilidade e de confidencialidade.

As pessoas interessadas que preencham os requisitos deverão enviar, até às 23h59 do dia 17 de maio de 2020, em língua portuguesa, o seu curriculum vitae atualizado e detalhado, acompanhado de carta de motivação para o endereço de email recrutamento@egeac.pt indicando no assunto a Refª Diretor/a – Museu do Aljube.

A EGEAC está empenhada na representação de diversidade dos seus quadros. São sempre bem-vindas candidaturas de pessoas de grupos sub-representados pela sua origem étnica, identidade de género, orientação sexual, religião e idade.

A EGEAC informa que a sua política de privacidade e de utilização de dados pessoais, designadamente para efeitos do presente processo de recrutamento, está disponível em http://www.egeac.pt/egeac/politica-de-privacidade-e-proteccao-de-dados-pessoais/.