31 Março, 2016

Quando a palavra e a imagem se encontram

No Cinema São Jorge, a Festa do Cinema Italiano dá a palavra aos poetas, aos escritores e aos amores cruzados entre Itália e Portugal.

Hoje às 18h30, a poeta e intérprete napolitana-tornada-lisboeta-por-convicção Paola D’Agostino orienta uma sessão de leituras e conversa sobre “A Hospitalidade da Língua Poética”, para que também convidou Nuno Moura, André Gago, Marta Navarro, Luís Carvalho e Luís San Payo.
Amanhã, dia 1 de Abril às 18h30, o escritor Almeida Faria a presenta “A Veneza de Antero de Quental”, reeditada recentemente pela Pianola, com organização de Andrea Ragusa, que também estará presente. E dia 2 de Abril, às 18h30 “Andrea Bajani Relê Antonio Tabucchi” a propósito dos 30 anos d’ “O Fio do Horizonte”, esse “romance misterioso (…) publicado pela primeira vez em Itália em 1986, que inspirou o homónimo filme de Fernando Lopes”. Ainda no dia 2, às 16h30, o foco volta a incidir sobre Antonio Tabucchi e a sua ligação emocional a Lisboa: às 16h30 na sala 3 do São Jorge passa o documentário de Diego Perucci “Rua da Saudade 22”.
Quando a palavra e a imagem se encontram, tantas vezes, acontece o cinema.

   5 almeida faria 3 antonio-tabucchi