30 Maio, 2016

Obras de arte adquiridas pela CML

No âmbito do anúncio da criação de um fundo de aquisições de obras de arte feito pelo presidente da CML, Fernando Medina, no dia 25 de maio informa-se que,

estabelecendo um reforço dos laços com a feira de arte contemporânea ARCO Lisboa e as Galerias e artistas nela participantes, foram adquiridas obras dos seguintes artistas:

Armanda Duarte, Galeria Caroline Pagés
Carlos Nogueira, Galeria 3+1
Eduardo Batarda, Galeria Pedro Oliveira
João Jacinto, Galeria Fernando Santos
Manuela Marques, Galeria Caroline Pagés
Rui Toscano, Galeria Cristina Guerra
Vasco Araújo, Galeria Horrach Moya

Estas aquisições irão integrar a coleção do Museu de Lisboa, valorizando assim o acervo do município e as possibilidades de exposição destas obras ao público, não só em equipamentos de gestão municipal, mas noutros equipamentos que assim o pretendam.

As obras foram selecionadas por uma Comissão que integra cinco especialistas de reconhecido mérito, composta por três elementos independentes, o curador Sérgio Mah, o ex-diretor do Serviço de belas artes da Fundação Gulbenkian, Manuel Costa Cabral, o crítico de arte José Luís Porfírio, e dois elementos da CML/EGEAC, a diretora do Atelier-Museu Júlio Pomar, Sara Antónia Matos e a diretora do Museu de Lisboa, Joana Sousa Monteiro.

Para este grupo de aquisições, a Comissão considerou a diversificação de artistas e de galerias, dirigindo o seu foco para autores portugueses de média e longa carreira, para a consistência dos seus percursos e das linguagens artísticas nos seus diversos meios plásticos.

Recorde-se que o fundo tem por objetivo a valorização e enriquecimento da coleções de arte contemporânea do município, disponibilizando um valor total de 200 mil euros para os próximos três anos, podendo as aquisições ser feitas no contexto da ARCO Lisboa ou fora dela.