8 Setembro, 2016

Espetáculo simultâneo celebra diálogo entre margens do Tejo

ALMENARA é um projeto das Câmaras Municipais de Palmela e de Lisboa, com a EGEAC, e contempla a apresentação de dois espetáculos em simultâneo, no dia 17 de setembro, no Castelo de Palmela e no Castelo de S. Jorge.

O RITUAL ALMENARA assenta num conceito de diálogo entre as duas margens do rio Tejo, na história, na identidade, no património e na cultura das duas regiões, exaltando a memória coletiva e o fenómeno da comunicação.

O espetáculo foi desenvolvido a partir do episódio histórico descrito por Fernão Lopes na crónica de D. João I, no contexto da revolução de 1383-1385: quando o Mestre de Avis está cercado em Lisboa pelos castelhanos, em 1384, D. Nuno Álvares Pereira, no Castelo de Palmela, acendeu uma almenara como forma de comunicação com o Castelo de Lisboa.

O RITUAL ALMENARA pretende celebrar um grande evento através do teatro, da música, das artes performativas, da voz e do multimédia, de modo a consolidar a valorização do património histórico num espetáculo de luz e som.

Em Lisboa, o espetáculo ALMENARA conta com a direção artística de Jorge Ribeiro (Companhia da Esquina) e em Palmela será João Brites (Teatro O Bando) a dirigir este grande evento, que conta com a participação de mais de meia centena de participantes entre atores e músicos.

17 de setembro, às 21h00

TODAS AS IDADES

ENTRADA GRATUITA MEDIANTE RESERVA | SUJEITA À LOTAÇÃO DOS ESPAÇOS

 

RESERVAS PARA CASTELO DE PALMELA +351 961 387 583

RESERVAS PARA CASTELO DE S. JORGE +351 218 800 620