São Luiz Teatro Municipal

O São Luiz Teatro Municipal é um espaço nobre de encontro entre as artes e os cidadãos que buscam uma experiência de prazer inteligente. Desdobrando as suas propostas entre uma sala à italiana com capacidade para albergar espetáulos exigentes e o Jardim de Inverno, espaço mais versátil e informal, o São Luiz Teatro Municipal apresenta uma programação diversa, composta por teatro, dança, música e literatura, e aposta no aprofundamento da experiência de públicos sempre mais diversos e mais alargados.

Sob o impulso do ator Guilherme da Silveira, constituiu-se em 1894 uma sociedade para a edificação de um Teatro, na antiga rua do Tesouro Velho, em terrenos pertencentes à Casa de Bragança. Preside o Visconde de São Luiz Braga, com Celestino da Silva, Alfredo Miranda, Alfredo Waddington e António Ramos, familiar de Ramalho Ortigão. Cumprindo um projeto do arquiteto francês Louis-Ernest Reynaud modificado em Lisboa por Emilio Rossi, é inaugurado oficialmente em 22 de Maio, pelo Rei D. Carlos e pela Rainha D. Amélia de Orleães, de quem viria a receber o nome de Teatro Dona Amélia. Em 1918, morre o Visconde de São Luiz de Braga e, em homenagem ao seu grande dinamizador, passa a chamar-se Teatro São Luiz.

Com uma programação de referência, o São Luiz Teatro Municipal ganhou relevo nas vertentes culturais em que se integra, como teatro, música, dança, stand-up comedy, encontros e debates, entre outras. A versatilidade das propostas apresentadas nos seus três palcos – sala Luis Miguel Cintra, sala Bernardo Sassetti e sala Mário Viegas – reflete um conceito de teatro municipal que visa uma diversificação de públicos.

www.teatrosaoluiz.pt


Acessibilidade

MOBILIDADE REDUZIDA

Todas as salas do teatro são acessíveis e dispõem de lugares para espectadores com mobilidade reduzida.
Junto ao Teatro existe um lugar de estacionamento público para pessoas com mobilidade reduzida.

LÍNGUA GESTUAL PORTUGUESA

Desde 1997 que é uma das línguas oficiais de Portugal e desde 2007 que o São Luiz apresenta espetáculos com interpretação em Língua Gestual Portuguesa.

BILHETE SUSPENSO

Ao comprar um bilhete com o valor fixo de sete euros, este fica suspenso na bilheteira e possibilita a vinda ao teatro de pessoas apoiadas pelas associações parceiras do São Luiz. (Fundação António Luís de Oliveira, APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, Associação SOL, Albergues Nocturnos de Lisboa, Associação Crescer, Associação Mais Proximidade Melhor Vida e Casa da Boavista – SCML).

VAMOS?

Um projeto de incentivo para que as pessoas em situação de isolamento possam vir mais vezes ao teatro. A Associação Mais Proximidade Melhor Vida é nosso parceiro no acompanhamento àqueles que gostam de vir ao teatro.

SESSÕES DESCONTRAÍDAS

Estas sessões de teatro, dança ou música, são adaptadas para irem ao encontro das necessidades da plateia. Destinam-se a todos os indivíduos e famílias, pessoas com condições do espetro autista ou com deficiência intelectual, sensorial ou de comunicação. A classificação etária atribuída a cada espetáculo deve ser respeitada, podendo decorrer numa atmosfera mais descontraída e acolhedora e com mais tolerância no que diz respeito ao movimento e ao barulho na plateia.

AUDIODESCRIÇÃO

Descrição objetiva de todas as informações que apreendemos visualmente (expressões faciais, ambiente cénico, etc.), a audiodescrição permite que pessoas com deficiência visual possam assistir a espetáculos de forma plena e autónoma. Antes do espetáculo, os espectadores com deficiência visual têm acesso ao reconhecimento de palco.

 

Informações: Nuno Santos Tel: 213 257 662 nunosantos@egeac.pt


Rua António Maria Cardoso, 38
1200-027 Lisboa

Bilheteira:
Todos os dias: das 13h00 às 20h00
Dias de espectáculo: até 30 minutos após o início do mesmo

 


Sala Luis Miguel Cintra
Palco: 11,5m x 14m
Lotação: 730
Equipamento: som, luz e multimédia

Sala Bernardo Sassetti
Palco: 12m x 6m
Lotação: 170 lugares
Equipamento: som, luz e multimédia

Sala Mário Viegas
Palco: 4,5m x 8m
Lotação: 105 lugares
Equipamento: som, luz e multimédia
Possibilidade de recolha da bancada, transformando a sala num espaço amplo


758
Baixa-Chiado
Cais do Sodré
28
Praça Luís de Camões, Chiado