Museu do Fado

Inteiramente consagrado ao universo da canção urbana de Lisboa, o Museu do Fado dedica-se à preservação, investigação e fruição do acervo alusivo ao património do Fado através da exposição permanente sobre a história do Fado e da Guitarra Portuguesa. O Museu promove regularmente exposições temporárias e integra uma escola, um centro de documentação, um auditório, uma loja temática e um restaurante.

O Museu do Fado abriu as suas portas ao público em 1998 celebrando o valor excecional do Fado como símbolo identificador da cidade de Lisboa, o seu enraizamento profundo na tradição e história cultural do país, o seu papel na afirmação da identidade cultural e a sua importância como fonte de inspiração e de troca intercultural entre povos e comunidades.

Este espaço integra várias valências, para além do seu circuito expositivo: um Centro de Documentação, uma Escola (com cursos de guitarra portuguesa e gabinete de canto) uma loja temática, um auditório com programação regular de eventos, bem como um espaço de restauração/cafetaria. Detentor de um riquíssimo acervo documental constituído por coleções discográficas, fotografias, filmes, cartazes, periódicos, repertórios, partituras, programas, troféus, adereços instrumentos e objetos diversos. Através de uma sucessão de ambientes recreados por meios audiovisuais, o visitante é convidado a conhecer a história do fado.

 


Acessibilidade

Acessível a pessoas com mobilidade reduzida.


Largo do Chafariz de Dentro, 1
1100 - 139 Lisboa

Museu
terça a domingo das 10h00 às 18h00
Encerra às segundas e nos feriados 1 de Janeiro, 1 de Maio e 25 de Dezembro
Última admissão: 30 minutos antes da hora do encerramento

Centro de Documentação
segunda a sexta das 14h30 às 18h00
 
(mediante marcação prévia)

Escola do Museu
segunda a sexta das
14h00 às 20h00

 


Auditório
Capacidade: 90 lugares


728, 735, 759, 794
Sta. Apolónia
Sta. Apolónia
Sta. Apolónia