A EGEAC, Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural de Lisboa, é res­pon­sá­vel pela ges­tão e pro­gra­ma­ção de diver­sos espa­ços e even­tos cul­tu­rais da cidade, tendo como prin­ci­pal obje­tivo apre­sen­tar uma oferta cul­tu­ral diver­si­fi­cada aos públi­cos da cidade.

Ser líder na cri­a­ção e pro­mo­ção cul­tu­ral na cidade de Lisboa, refe­rên­cia na ges­tão de espaços e even­tos culturais, agente de valo­ri­za­ção patri­mo­nial e cata­li­sa­dor de uma rede artís­tica e cultural.

Criar uma per­so­na­li­dade cul­tu­ral única e dis­tin­tiva para a cidade de Lisboa, esti­mu­lando a cri­a­ção e pro­mo­ção artís­tica, inves­tindo em pro­je­tos cul­tu­rais de refe­rên­cia e poten­ci­ando o diá­logo entre a cidade e os seus públi­cos locais, naci­o­nais e internacionais.

A EGEAC é a empresa res­pon­sá­vel pela ges­tão de diver­sos espa­ços cul­tu­rais na cidade de Lisboa: o Atelier-Museu Júlio Pomar, a Casa Fernando Pessoa, o Castelo de S. Jorge, o Cinema São Jorge, as Galerias Municipais (Galeria Av. da Índia, Galeria Boavista, Galeria do Torreão Nascente da Cordoaria Nacional, Galeria Quadrum e Pavilhão Branco), o Maria Matos Teatro Municipal, o Museu da Marioneta, o Museu do Fado, o Padrão dos Descobrimentos, o Palácio Marquês de Pombal, o São Luiz Teatro Municipal e o Teatro Taborda.

Paralelamente aos espa­ços que gere, a EGEAC é res­pon­sá­vel pela pro­gra­ma­ção de várias ini­ci­a­ti­vas cul­tu­rais no espaço público, das quais se des­ta­cam as Festas de Lisboa, o Lisboa na Rua e o Natal em Lisboa.

 

 

 

 

Resolução extra-judicial de litígios de consumo:
A EGEAC, E.M. é aderente do Centro de Arbitragem de Conflito de Consumo de Lisboa, com os seguintes contatos:
Rua dos Douradores, 116, 2º – 1100-207 LISBOA; Tel: +351 218 807 030 / Fax: +351 218 807 038; E-mail: juridico@centroarbitragemlisboa.pt / director@centroarbitragemlisboa.pt; Web: www.centroarbitragemlisboa.pt
Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a esta Entidade de Resolução de Litígios.
Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt.

História

Em Agosto de 1995 a Câmara Municipal de Lisboa criou uma empresa pública muni­ci­pal, a EBAHL – Equipamentos dos Bairros Históricos de Lisboa, E.P. Reabilitar os bair­ros his­tó­ri­cos, desen­vol­ver pro­je­tos e equi­pa­men­tos cul­tu­rais eram os gran­des objetivos.

Integravam a empresa o Castelo de S. Jorge (área muse­o­ló­gica e bairro), o Teatro Taborda e envol­vente, o Palácio Pancas Palha, o Chafariz de Dentro (para onde se pro­jetava um espaço muse­o­ló­gico dedi­cado ao Fado), o Convento das Bernardas (onde ger­mi­nava um pro­jeto muse­o­ló­gico sobre as mari­o­ne­tas) e o Palácio Marim Olhão.

Em 1996, reco­nhe­cendo que as Festas de Lisboa tinham as suas raí­zes cul­tu­rais e pro­gra­má­ti­cas nos bair­ros his­tó­ri­cos, “e que o carác­ter efé­mero des­tas mani­fes­ta­ções deve­ria dei­xar raí­zes para o futuro”, a orga­ni­za­ção deste evento pas­sou a ser uma res­pon­sa­bi­li­dade da EBAHL.

Em 2003, a EBAHL mudou o nome para EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, con­fi­gu­rando esta mudança tam­bém uma nova estra­té­gia: a ati­vi­dade estendeu-se dos bair­ros para uma escala maior, a da Cidade, e novos espaços cul­tu­rais se lhe jun­ta­ram: São Luiz Teatro Municipal, Maria Matos Teatro Municipal, Cinema São Jorge e Fórum Lisboa (antigo Cinema Roma). Uma visão cul­tu­ral da cidade pas­sou tam­bém a inte­grar a sua missão.

Atualmente, a empresa man­tém a sua deno­mi­na­ção EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural e con­so­li­dou a sua visão, mis­são, espaços e even­tos culturais sob sua gestão. Em 2015, comemora o seu 20.º aniversário.

Estrutura Orgânica

  • Atelier-Museu Júlio Pomar

    Sara Antónia Matos

  • Casa Fernando Pessoa

    Clara Riso

  • Castelo de S. Jorge

    Teresa Oliveira

  • Cinema São Jorge

    Marina Uva

  • Galerias Municipais

    Sara Antónia Matos

  • Maria Matos Teatro Municipal

    Andreia Cunha, Direção
    Mark Deputter, Direção Artística

  • Museu da Marioneta

    Maria José Machado Santos

  • Museu do Fado

    Sara Pereira

  • Padrão dos Descobrimentos

    Margarida Kol

  • São Luiz Teatro Municipal

    Aida Tavares, Direção Artística
    Joaquim René, Direção

Documentos Institucionais

Contratação Pública

Enquadramento Legal

​​A contratação pública de bens, serviços e empreitadas rege-se, entre outros diplomas legais, pelo Código dos Contratos Públicos (doravante designado por CCP), diploma aprovado pelo Decreto-Lei nº 18/2008, de 29 de janeiro, com as alterações introduzidas pelos Decretos-Lei nºs 278/2009, de 2 de outubro e 149/2012, de 12 de julho.

​​O Código dos Contratos Públicos, resultante da transposição das Diretivas Comunitárias nºs. 2004/17/CE e 2004/18/CE veio impor a desmaterialização dos procedimentos de formação de contratos públicos, com a consagração da obrigatoriedade de tramitação dos procedimentos através de plataformas eletrónicas, desde 1 de novembro de 2009. O Decreto-Lei nº 223/2009, de 11 de setembro veio ditar o términus do regime transitório para a apresentação das propostas em suporte de papel.

 

Portal Base.Gov

SaphetyGov

 

Recursos Humanos

Os recursos humanos são o principal capital da EGEAC. O conjunto de pessoas que nela exerce a sua atividade é o fator distintivo que nos permite a concretização dos objetivos, a realização de projetos de excelência e o constante crescimento da empresa.

Ser capaz de atrair os melhores talentos, formar, motivar e criar condições de desenvolvimento dos colaboradores constituem os nossos princípios orientadores.

 

Vagas disponíveis